Notícias

Planejamento Previdenciário: Já fez o seu?
Postado em: 30/11/2018
Você tem mais de 40 anos? Tem pai, mãe ou amigo com mais de 40? Se a resposta for positiva, esse assunto lhe interessa muito. E o interesse cresce, à medida que a reforma da previdência é iminente, o órgão previdenciário não faz a contagem de serviço corretamente, não lhe informa que podem ser averbados períodos de comprovado trabalho rural, e, também, não reconhece o tempo especial, por prestação de serviços em locais perigosos e insalubres. Enfim, não é novidade que o sistema previdenciário e as regras que envolvem os pedidos de aposentadoria no Brasil são burocráticos e complexos.

Exatamente por isso, o planejamento previdenciário é uma medida importante, que visa trazer agilidade para o segurado/trabalhador, minimizando erros e agilizando o encaminhamento e a concessão do benefício. E, mais importante, não permitindo que o INSS pague valor menor do que o segurado tem direito, e nem que você faça o pedido de aposentadoria muito tempo antes ou depois de ter o direito ao beneficio. Em razão das inúmeras regras trazidas pelo sistema previdenciário e pela legislação, é preciso estar organizado, com o recolhimento das contribuições e os documentos trabalhistas.

Além disso, quando o trabalhador busca o órgão responsável pelo benefício, é importante que ele já saiba quais são os seus direitos e o que ele deve esperar da sua aposentadoria no INSS. Se você se antecipar, através do planejamento previdenciário, poderá decidir, por exemplo, qual o melhor valor a recolher mensalmente, a fim de que sua aposentadoria seja suficiente no futuro. O planejamento previdenciário, além de estratégico, é um serviço de organização e de preparação pré-aposentadoria que visa a garantir que o segurado se aposente de forma mais rápida e recebendo o melhor benefício possível. Todos, sem dúvidas, deveriam planejar sua aposentadoria. Por exemplo, não adianta contribuir durante uma vida inteira com um valor correspondente a um salário mínimo e, depois, esperar receber uma aposentadoria de R$ 5.000,00. Ou, ainda, contribuir a vida inteira com o teto máximo de forma desnecessária. Outro exemplo de falta de planejamento envolve os trabalhadores que têm o direito à aposentadoria especial. Isso porque não adianta trabalhar em uma função que lhe garanta esse direito se você não tiver, em mãos, a documentação que o INSS exige para comprová-lo.

 
Newsletter Cadastre-se e receba todas as nossas novidades!
 
© 2019  •  Altoé Advocare - Advogados Associados  •   Todos os Direitos Reservados

Cachoeiro de Itapemirim - ES
Matriz: Rua 25 de Março, nº 146 ,1º e 2º Andar, Centro, 29300-100
Telefones: (28) 3522-4194 • (28) 3511-1538 • (28) 9 9961-1100
Filial 02: Caiçara, Anexo ao Perim Center
Telefones: (28) 3028-5987 | (28) 9 9900-4194

Vitória - ES

Filial 01: Ed. Enseada Trade Center, Sala: 506, R. Professor Almeida Cousin Nº 125
Enseada do Suá - CEP 29050-565 - (próximo ao TRIBUNAL DE JUSTIÇA)
Telefone:  (27) 3063-4194

E-mail:  altoeadvocare@altoeadvocare.adv.br


OAB/ES 7.070
Certidão nº 100/2014 - GESIN